Auditoria de participantes | Metodologia de avaliação

A metodologia de avaliação que utilizamos na auditoria operacional anual dos Participantes credenciados pela BM&FBOVESPA está passando por uma evolução. A consulta pública sobre as propostas de aprimoramento dessa metodologia encerrou-se em 11/10 e os resultados serão divulgados em novembro.

De acordo com a proposta, a metodologia passa a estabelecer redutores para o cálculo da Nota Padronizada do Processo em decorrência da Maturidade e da Meta de Não Conformidade do Processo, além de aprimorar a elaboração da distribuição de frequência da Nota Final do Processo e a alocação das Notas Finais do Processo nas quatro Faixas da distribuição das Notas Padronizadas.

Conheça nossa atual metodologia de avaliação:

16 processos são auditados:

1. Cadastro de clientes
2. Suitability (adequação dos produtos e serviços ofertados em relação ao perfil do cliente);
3. Conta margem (conta específica para concessão de financiamento para compra de ações);
4. Execução de ordens;
5. Liquidação de operações;
6. Custódia de ativos e posições;
7. Gerenciamento de riscos;
8. Integridade (diretores responsáveis pela instituição, certificação de profissionais, controles internos);
9. Prevenção à lavagem de dinheiro;
10. Agentes autônomos de investimento;
11. Clubes de investimento;
12. Segurança das Informações;
13. Continuidade de negócios;
14. Monitoração e operação da infraestrutura de TI;
15. Suporte à infraestrutura;
16. Gerenciamento de mudança.

Para cada um desses processos é atribuída uma nota que varia de 0,5 a 5:

  • Quanto menor a nota, melhor a avaliação.

A nota de cada item é multiplicada pelo Peso do Objetivo de Controle, que varia de 0,5 a 5:

  • Quanto maior a importância do item, maior o peso.

A nota de todos os processos é somada e resulta na nota final não padronizada;


Padronização da nota final do Participante:

  • Cálculo da média e do desvio padrão da nota final por processo de todos os Participantes;
  • Criação de quatro faixas de distribuição da nota final por processo;
  • Atribuição de pontuação exponencial conforme faixa;
  • Somatório das notas finais padronizadas dos processos por Participante;
Faixa I: 1pto. Faixa II: 2ptos. Faixa III: 4ptos. Faixa IV: 8ptos.
P1j 1 - - -
P2j - - 4 -
P3j - 2 - -
... ... ... ... ...
P16j - - - 8

Nota final padronizada

Mínimo: 16 x 1 = 16 pontos

Máximo: 16 x 8 = 128 pontos

Dependendo da nota final padronizada, o Participante pode ser dispensado da Auditoria Operacional:

  • no próximo ano;
    • se tiver Nota Final Padronizada (NF) na Faixa I; e
    • não tiver Nota Final Padronizada do Processo (NFP) na Faixa IV em nenhum dos processos avaliados.
  • nos dois próximos anos:
    • se tiver NFP na Faixa I em todos os processos avaliados; e
    • nas duas últimas auditorias, tiver NF na Faixa I e não tiver NFP na Faixa IV em nenhum dos processos avaliados.
Veja mais

Confira os documentos sobre a metodologia aplicada: